26 April 2009

Para onde caminhamos?

Certo dia ao almoço, a expressão 'gripe suína' foi mencionada. O que daí veio, pouco se podia prever.

O que acontece quando se apanha grípe suína? A pergunta paira no ar, enquanto que o almoço, que no caso era entrecosto, ia sendo comido. Bom... teoricamente, uma gripe é uma gripe, ou seja, o vírus possivelmente tem uma taxa de mutabilidade elevada. Então, não vale a pena ter uma vacina, a não ser que seja actualizada todos os anos , por exemplo. E.....

Isto leva-nos ao teste de Biologia 12ºano onde vinha a pergunta sobre a possibilidade da existência de uma vacina para a SIDA (AIDS). O que nos leva a como a SIDA é transmitida. O que erradamente lembrou alguém de mosquitos. E mosquitos leva a malária. (As voltas que uma conversa pode dar.)

Alguém referiu o facto do governo chinês ter fornecido a técnica de um certo tratamento para a malária a países africanos. O que pôs um certo alguém a pensar nas investigações a decorrer nos vários países desenvolvidos do mundo.

E tudo isto seria uma introdução? Para quê? Para chegar a ideologias de que ninguém quer saber? Que seja.

O objectivo inicial da investigação científico-tecnológico seria o de aumentar o conhecimento e consequentemente pôr esse conhecimento ao serviço do Homem (que algum dia se passará a escrever sem o H inicial). E se vires bem agora, tenho quase a certeza que a maioria dos medicamentos e tratamentos não estão ao serviço daqueles que precisam. Qual a utilidade de ter uma patente para um dado medicamento se isso não ajudar as pessoas a sobreviver? Pergunto-me se os investigadores nunca se sente frustrados com a inutilidade daquilo que fazem e produzem. Sim, porque apesar de um punhado de gentinha puder usar alguns medicamentos avançados para curar doenças altamente prejudiciais, entretanto milhares de pessoas podem estar morrer. O que nos leva ao capitalismo.

É certo que o capitalismo é a solução certa para o mundo. É por isso que temos capitalismo por todo o lado. Mas, o capitalismo não deixa de ter muitos, muitos, mesmo muitos problemas. O que nos faz querer virar um pouco para o comunismo ou socialismo? Ou não. Não, definitivamente.

A questão é: Um sistema problemático capaz de sustentar o mundo (ou pelo menos grande parte dela) ou um sistema ideal incapaz de se alcançar enquanto o Homem for Homem?

É certo que podemos pôr o socialismo em prática, o que leva a... sabe-se lá o quê a que chamaria catolicamente de apocalipse. É certo que o capitalismo sustenta todos os países desenvolvidos, e muitos em desenvolvimento, mas, mesmo dentro do capitalismo, as pessoas apelam à caridade. Isto não será uma manifestação do desejo de comunismo? Mas para isso, é preciso que todos trabalhem de boa vontade e cumpram com responsabilidade a sua parte, o que não vai acontecer, não até o Homem deixar de ser Homem. É a natureza do Homem. (pelo menos de muitos homens e mulheres.)

No meio de todo um mundo caótico, para onde caminhamos?

No comments: